Ir para o Conteúdo
imgcentral

Mural

Murais das unidades e posts de alunos


O Entregador de Cartas vermelhas - Relato

por Lea Kuwayama - blog - 28-set-2011

Assisti ao filme no último dia 11/09. Surpreendi-me. Primeiro imaginei que fosse um filme de guerra e não um documentário sobre ela, pois minha mãe me falava que, durante o tempo de namoro, ela e o meu pai assistiam a muitos filmes de guerra. Segundo, o contexto de batalhas em que o Japão já se encontrava antes da 2ª Guerra Mundial – a guerra com a China -  faz muita diferença na hora de analisar o histórico do País.
 
Hoje entendo o porquê de algumas características do povo japonês: paciência, disciplina, persistência, resignação, coragem... Trace um comparativo. Faz 10 anos que as Torres Gêmeas nos Estados Unidos foram atacadas. Todos nós acompanhamos a tragédia que foi e como os EUA ainda tentam se recuperar do atentado. Isso aconteceu em um único dia. Imaginem, então, o que é estar em guerra por quase 10 anos contínuos. Tentem mensurar o tamanho da destruição e lembrem-se de que as perdas não são apenas materiais, mas principalmente morais e psicológicas.
 
Outro ponto que eu gostaria de comentar é sobre quem viveu durante esse período. Levei meu tio, que tem 81 anos e é japonês, para assistir ao filme. Durante a 2ª Guerra Mundial ele estava com aproximadamente 10 – 12 anos. Percebi que ele estava bastante concentrado. Acredito que muitas lembranças vieram à tona. Já em casa, conversamos a respeito do filme. Ele me relatou que gostou muito. Disse que desconhecia as cartas de convocação, mas fazia os treinamentos mencionados no filme com espada de madeira. Foram tempos difíceis aqueles. Quando ele veio morar no Brasil, em 1955, 10 anos após a guerra, o Japão ainda não havia se recuperado.
 
Àqueles que não puderam assistir ao audiovisual, não percam a próxima oportunidade. Vocês entenderão melhor as minhas palavras e poderão fazer suas próprias reflexões. Ao Sensei, domo arigato gozaimashitá pelo esforço e empenho em conseguir o filme e por compartilhá-lo conosco.






Retornar para últimas postagens


    topo

    (+55 11) 5539-3587 seg-sex 9h-18h
    (+55 11) 99734-6497 seg-dom 9h-22h