TREINAR
KENJUTSU
EM CASA
Todos os treinos presenciais do Instituto Niten estão suspensos em virtude do Covid-19.
Mas para distribuir a chama da Espada criamos a página "KENJUTSU EM CASA PARA TODOS".
Nela todos podem encontrar material para treinar em casa e trechos dos Momentos de Ouro do Sensei Jorge Kishikawa.
Vamos manter a energia do Corpo, Mente e Espírito em movimento!
Café com o Sensei Ir para o Conteúdo
imgcentral

Café com o Sensei

Pensamentos e comentários do Sensei Jorge Kishikawa




Retornar para últimas postagens

    07-out-2009

    Gashuku BH 1- Samurais mineiros

    Estive em Belo Horizonte neste fim de semana para treinamento e acompanhamento da unidade.
    Posso dizer que foram momentos agradáveis e produtivos e que ficarão para sempre em nossos corações.
    O upgrade em todos os sentidos fez-se visível em todos os aspectos.
    Na parte técnica, conseguimos fazer a devida atualização e muito mais: o de transmitir conhecimentos jamais passados em terras mineiras.
    Na parte filosófica, esclareceram-se vários aspectos dos katas do Bushidô que, segundo pode-se ler no texto, foram repassados de forma equivocada. As dúvidas foram esclarecidas.
    Foram dois dias em que, em meio as montanhas mineiras de Ouro Preto, pude constatar a existência das duas virtudes tão pregadas no Bushido (e que são raros nos dias de hoje):
    A primeira: a Lealdade
    A segunda: a Coragem em expor os fatos.
    De fato, são samurais mineiros.

    Confira:

    "Durante o último final de semana, conforme já dito tivemos a honra da presença do Sensei junto a unidade BH, convivendo por dois dias de intenso treinamento dos katas do Bushido e aprimoramento técnico,tempo de conhecer o mestre que seguimos e sorver aquilo que estivermos aptos. Dias de grandes surpresas, de botar abaixo certos preconceitos, que eu como aluno relativamente recente do Niten possuía.

    Eu estava com grandes expectativas para essa vinda do Sensei, ansioso inclusive, preocupado diria ainda. Como seriam os treinos, a confraternização, e com a opinião do Sensei sobre a unidade. O que eu vejo agora como sinais de ignorância e imaturidade. Ignorância porque não havia tido ainda oportunidade de aproximação, e imaturidade de não conseguir parar de pensar em coisas sem importância, ou que não adiantaria ficar pensando, e simplesmente fazer o que deveria na hora certa, abandonando esse Ego com toda sua ansiedade. Eu tinha uma percepção errônea que o Sensei era alguém inalcançável como o topo de uma montanha muito alta, que você sabe estar lá, mas não pode ver ou alcançar, e logo me descobri no início da trilha que leva ao topo, não digo de maneira alguma que irei alcançá-lo, mas conheci um pouco mais o Caminho que leva até lá.

    Eu presenciei que o Sensei, como ele sempre escreve é capaz de se preocupar, rir, fazer piadas nos momentos próprios para isso. Eu tive a oportunidade de participar de uma confraternização em que ele e todos da unidade, senpais e cohais conversaram sobre diversos assuntos, se divertiram, mesmo seguindo os katas apropriados.

    Outro equívoco era achar que as correções passadas pelo Sensei seriam detalhes muito grandes, grandes revoluções, digamos, o que foi o oposto das lições passadas. Mas nem por isso foram menos importantes, percebi que esses pequenos detalhes em si são grandes passos para a evolução dos nossos treinos, que mudarão enormemente nosso desempenho caso sejamos parte dos 10% que conseguirão assimilar o aprendizado de conviver, ver demonstrações e poder lutar com o Sensei.. Junto aos treinos físicos tivemos um audiovisual, com cenas inéditas, em que aprendemos o valor da estratégia prévia, que um combate começa antes dos adversários estarem frente-a-frente. Vimos cenas de mestres realizando katas de iaijutsu e Niten, presenciando o estado próximo a perfeição de pessoas que dedicaram a vida a esse Caminho.

    Mas acima de tudo, me tocaram as palavras de incentivo em relação ao futuro da unidade BH, e palavras de incentivo e aprovação direcionadas a minha pessoa, devido as oportunidades que tive de ajudar no treino dos membros do KIR jovem, que vejo como um grande voto de confiança, maior do que possa aparentar no início.

    Encerro essas palavras, com meus mais sinceros agradecimentos, embora não conheça palavras suficientemente intensas para expressar o que sinto, então usarei as mais fortes que aprendi direta ou indiretamente com o Sensei:

    Hai sensei!

    Arigato gozaimashitá!
    Bernardo Carvalho





    topo

    +55 11 94294-8956
    contato@niten.org.br