Ir para o Conteúdo
imgcentral

Café com o Sensei

Pensamentos e comentários do Sensei Jorge Kishikawa




Retornar para últimas postagens

    03-jun-2011

    Em busca dos sentimentos perdidos

    "Estamos entrando no segundo semestre, muita coisa já se passou. Não me lembro muito bem dos detalhes do começo e dou graças por ter sempre mantido registro escrito.

    Sinto que preciso amadurecer minhas atitudes e minha forma de pensar, e estou no caminho certo. Aqui, em treinamento.

    Quando o Sensei falou sobre gratidão, talvez tenha sido um dos momentos mais importantes até agora. É um dos sentimentos atrofiados em mim. Vivendo como um jovem do mundo moderno, onde precisamos realizar feitos e nem sempre as pessoas são simpáticas, agimos por interesse. Sem demonstrar devida gratidão às pessoas. É um dos motivos que me trouxeram aqui, aprender com o Sensei sobre os sentimentos perdidos."


    aprendendo sobre sentimentos perdidos

    Estas são as palavras do campeão do Troféu Kobudo 2011 (CS 16-05-2011 10°TBIK1-resultados), Victor Fugita.
    Enquanto a grande maioria , levada pela multidão, opta por estudar matérias para o vestibular sem mesmo ter certeza do que quer fazer na vida , Fugita resolveu dedicar o ano de 2011 para os estudos da alma. Do sentimento. Do coração.
    Raspou o cabelo e está comigo 24hs por dia no seu 6° mes.
    Os estudos do coração começam de manhã e não tem hora para acabar.
    "Sapinhos", flexões e "cutucões" com a espada já fizeram parte da "lição", quando se fizeram necessários.

    Fico contente ao ver que este pelo menos tem salvação.
    E isto merece uma explicação:
    Ao longo de minha carreira no kendo e no kenjutsu, formei vários campeões.

    O resultado ?  Nenhum deles prestou.
    O ego inflou eliminando a humildade.  A humildade desapareceu dando lugar a ingratidão. E daí a história se repetiu com o já esperado final do filme: "chutaram o balde" e "cuspiram no prato em que comeram".
    Se você leu com atenção as palavras dele verá que é por isto que digo que talvez este filme não se repita. Talvez tenha salvação.
     E é por isto que entenda que não estou aqui para formar campeões. Estou aqui para , tomando as palavras do nosso aprendiz, resgatar os "sentimentos perdidos".
    Agora, se este filme se repetir, não tem jeito:  vou pensar seriamente em abolir as próximas finais...




    topo

    (+55 11) 5539-3587 seg-sex 9h-18h
    (+55 11) 99734-6497 seg-dom 9h-22h