TREINAR
KENJUTSU
EM CASA
Todos os treinos presenciais do Instituto Niten estão suspensos em virtude do Covid-19.
Mas para distribuir a chama da Espada criamos a página "KENJUTSU EM CASA PARA TODOS".
Nela todos podem encontrar material para treinar em casa e trechos dos Momentos de Ouro do Sensei Jorge Kishikawa.
Vamos manter a energia do Corpo, Mente e Espírito em movimento!
Café com o Sensei Ir para o Conteúdo
imgcentral

Café com o Sensei

Pensamentos e comentários do Sensei Jorge Kishikawa




Retornar para últimas postagens

    10-jun-2011

    Sensei no Rio de Janeiro 1- Até eu me impressionei

    "O Gashuku aqui no Rio foi muito gratificante. Esperei a semana inteira para treinar com o Sensei, até porque sabia que seria puxado, só não esperava que seria puxado também para o Sensei. Esta é a primeira coisa que realmente me impressionou. Por mais que já tenha participado de intensivos, torneios, kangueikos(treinamento de inverno), shugyo(sacerdócio na espada) e diversos outros eventos, nunca tinha visto o Sensei lutar com mais de 40 alunos... duas, tres vezes! E não era só "ippon"(valendo um ponto), mas um keiko(treino) de alguns minutos onde o Sensei ainda corrigiu e explicou. E ainda por cima machucado. No final o Sensei comentou comigo "O meu kimono está bastante molhado!", isso porque estava frio, imagina se estivesse quente! Acho isso uma lição para alunos e mestres de todas as artes marciais e até de modalidades esportivas, o professor suar a camisa e mostrar como se faz, e não ficar apenas sentado, calado, olhando o treino de longe.
     
    A segunda coisa que gostei muito, apesar de ter me cansado bastante, foi a 1 hora de Iaijutsu, que até passou rápido, mas no dia seguinte parecia que tinha feito sapinho o domingo todo. Durante toda essa 1 hora, ficamos todos fazendo katá, com mínimas pausas de demonstração do Sensei. Não sei quantos katás(sequencias de movimentos pre estabelecidos) fizemos, mas foram 5 diferentes sequências, durante uma hora, logo repetimos cada katá durante mais de 10 minutos ininterruptos. Isso foi depois de já termos feito 3 horas de kenjutsu. Acho que consegui fazer boas sequências e aprendi algumas técnicas, quase sem querer, no meio das repetições. Todos estavam muito concentrados e ninguém quis parar muito para descansar o joelho ou algo assim, então o clima também ajudou a focarmos no treino. Foi ótimo!
     
    Ainda treinamos Katás de Niten Ichi Ryu e lutamos mais um pouco, tentando aplicar técnicas que vimos com o Sensei nas lutas anteriores. Outra coisa que sempre me esqueço é que lutar usando estes diferentes kamae(posiçoes) e golpes não é fácil como o Sensei faz parecer quando luta, senti que ainda tenho um longo caminho pela frente para assimilar as novas técnicas.
     
    No final do treino, os Momentos de Ouro. Realmente de Ouro, pois o Sensei nos passou bastante conhecimento sobre Kenjutsu, samurais, técnicas, história e sobre nós mesmos, o Instituto Niten. Acho que os alunos que ainda não conheciam o Sensei ficaram impressionados, e eu mesmo que já conhecia me impressionei com as palavras sinceras de meu mestre.
     
    Tive também a oportunidade de conversar com o Sensei no almoço e depois no jantar final. Aproveitei para fazer algumas perguntas (não muitas para não ser um incômodo), mas algumas para saciar um pouco da minha sede de conhecimento e aproveitar a oportunidade de "beber direto da fonte". Todos confraternizamos juntos, e foi muito bom conversar com todos nossos colegas de unidade e nosso Sensei, sobre todos os assuntos, desde técnicas até algumas bobagens.
     
    O Sensei deixou de passar tempo com sua família, com seus afazeres, com seu lazer, com seu descanso, com seus outros alunos das várias outras unidades, para estar no Rio e treinar conosco, nos ensinar, nos mostrar um caminho. É por isso que, inevitavelmente em todos os e-mails, relatos e impressões, sempre terminamos com as mesmas palavras:
     
    Arigatou gozaimashitá ,Sensei"
    Kenzo - Niten Rio de Janeiro
    "Sensei em corte ascendente sobre o antebraço com a kodachi(adaga)"
     
    As palavras do coordenador Kenzo Dino mostram o panorama do que aconteceu neste fim de semana no Rio de Janeiro.
    Ao que respondi:
    Kenzo,
    Nem eu pensei que sairia vivo com esta distensão na coxa, pois nem para puxar a perna  para entrar no carro eu conseguia
    Aconteceu 3 dias antes de ir ao Rio e sabia que não iria melhorar
    Mas tudo deu certo okagesama...
    Mas ai é que esta o segredo: o kenjutsu é a técnica da sobrevivência , e não um esporte
    O que significa que sobrevive  aquele que dominar as técnicas,e não aquele que estiver com um bom condicionamento físico
    Vou lhe confessar que enquanto resgato as técnicas antigas, cresce a minha admiração e alegria em ter escolhido o Caminho para descobrir os segredos enterrados destes já conhecidos guerreiros - os Samurais.
    Até eu me impressionei!




    topo

    +55 11 94294-8956
    contato@niten.org.br