Ir para o Conteúdo
imgcentral

Café com o Sensei

Pensamentos e comentários do Sensei


Últimas postagens:

11-dez-2015

Gashuku 1- O Mais Raro e Precioso!

"Relato ao Sensei que em 2015, consegui entender situações que muitos passam a vida sem enxergar. Os modismos e afagos rápidos que entorpecem as novas gerações e as afastam do Caminho já são reconhecidos. Finalmente vejo a diferença entre faísca e o fogo. O que treinamos é profundo, complexo, espiritual, tem que ser respeitado, pois lida com vida e morte. Os treinos semanais durante anos, as fases e graduações, os puxões de orelhas e sapinhos forjam os guerreiros como o forno forja o aço. Estou longe ainda de entender a espada, ainda não me cortei, e os treinos com a katana cortante ainda virão. Quem quer apenas faísca, aqui não perdurará!" - Ivan (Unidade Juiz de Fora)





"Percebemos que querer ganhar também gera o seu oposto: o medo de perder, sendo algo distante do espírito de Ippons que o Sensei procura. Infelizmente não é algo que eu consiga descrever, mas o espírito do Ippon é realmente o Caminho."
- Hideki (Unidade Santos)




"No Gashuku, bem treinei
As técnicas eu treinei
E, no final pra terminar
Com os amigos eu conversei"
- Takemitsu (Unidade Vila Mariana)










"No domingo eu me senti como quando era criança e voltava para casa com vários pacotes de figurinhas, cada lição aprendida era uma figurinha diferente, não havia nenhuma repetida e melhor ainda: Todas são daquele tipo mais raro e precioso!" - Zambon (Unidade Jundiaí)





"Ver os senpais lutando e usando as shinkens serviu para reforçar que são necessários muito tempo de treino e dedicação para alcançar tal nível."
- Almeida (Unidade São José dos Campos)







08-dez-2015

14º TBEK 17 - O passado vive no presente 4


A compreensão verdadeira de um Caminho, seja a da espada, do chá ou da
caligrafia, se dá da mesma forma que a educação dos filhos do samurai:
conhecendo os seus ancestrais e respeitando a sua História.
Torno a repetir:
É preciso conhecer o passado, para compreender o presente.

Aqui, passado e presente se encontram.
Não seria esse o verdadeiro Caminho do Samurai? O verdadeiro KenDo?







Katori Shintoryu 700 anos





Kenjutsu Combate com as técnicas de 700 anos

04-dez-2015

Falta 1 dia!

02-dez-2015

14º TBEK 16 - O passado vive no presente 3


Vem aí o filme da "Força" (Star Wars).
Vale lembrar que os seus golpes foram inspirados no Kenjutsu Combate:



"Utigote" no Star Wars :


01-dez-2015

Faltam 4 dias!

30-nov-2015

14º TBEK 15 - O passado vive no presente 2

Técnicas exclusivas do Kenjutsu Combate:

I. Golpes que almejam o kote (antebraço) de baixo para cima (utigote)
II. Apoio das mãos sobre a lâmina (soete)
III. Movimentação livre dos pés (jiyuu jizai)
IV. Posições variáveis (uko muko)
V. Mão livre (katate waza)


Perceba a correlação com o Tenshin Shoden Katori Shintoryu:



Apresentação de Katori Shinto Ryu no 14º TBEK






Kenjutsu Combate (Soete)







Kenjutsu Combate (Utigote) 

26-nov-2015

14º TBEK 14 - O passado vive no presente 1



Demonstração de Tenshin Shoden Katori Shintoryu no
14º TBEK - (Torneio Brasileiro por Equipes de Kobudo)



É preciso conhecer o passado para compreender o presente.
Estas são imagens da mais antiga escola de Kenjutsu do Japão,
o Tenshin Katori Shinto Ryu.
Elas são importantes para se compreender a complexidade dos golpes
do Kenjutsu Combate.




Kenjutsu Combate

25-nov-2015

Katori na Colônia de Pinhal - Jornal Nikkey

A convite dos dirigentes da Colônia Japonesa de Pinhal, realizamos o 1º Gashuku (Vivência) focado nas técnicas do estilo mais antigo do Japão: o Tenshin Shoden Katori Shinto Ryu (http://www.katorishintoryu.org.br/)
Em meio ao silencio de uma floresta de eucaliptos, ecoaram os gritos dos samurais:
-Eeei!
-Yaaá!
-Tooo!
E foi assim que as técnicas do fundador, Iizasa Tyosai Ienao (1387-1488) chegaram nas terras brasileiras da singular colônia agrícola de Pinhal:





LINK - Matéria no Site do Jornal Nippak

17-nov-2015

14° TBEK 13 - Quem ousaria?

"Escrevo este como uma alerta para aquele que quer conhecer um pouco mais a Kusarigama.
Fiquei surpreso em descobrir alguns detalhes desta arma, isto "apenas" estando ali, com a espada de frente ao Sensei.
O maai (distância), os ataques, os golpes certeiros do Sensei no men (crânio) e no kote (antebraço)... isso tudo só estando ali de frente para o Sensei.
Descobri detalhes que levariam anos se não fosse assim."  -
Danilo (Unidade Campinas)

Quem ousaria enfrentar uma arma 2 em 1?
Uma foice com uma bala calibre 60 na outra ponta?
Somente nosso mestre, Miyamoto Musashi.
Este foi o único homem que se tem notícia na história, que venceu um duelo contra esta arma mortífera.

Mas, no vídeo que se segue, utilizo duas foices ao invés de apenas uma.
Teria sido um interessante duelo ...




Quem ousaria? 




topo

(+55 11) 5539-3587 seg-sex 9h-18h
(+55 11) 99734-6497 seg-dom 9h-22h