Ir para o Conteúdo
imgcentral

Café com o Sensei

Pensamentos e comentários do Sensei Jorge Kishikawa


Últimas postagens:

15-mai-2014

Guardiões de bom astral

Abaixo transcrevo​, ​ por achar de bom astral​, ​as palavras de dois dos Guardiões da Tradição homenageados esse ano:

¨Okaguesamade (graças aos céus) tive a oportunidade de ajudar o Sensei e o Niten dentro da minha disponibilidade de tempo e capacidade.
Creio que esta homenagem não é apenas ao "Guardião", mas a todos os samurais verdadeiros que formam este grupo coeso do Niten.
Também aos familiares, principalmente pais e avós que me criaram de forma que eu chegasse até aqui. Afinal apesar de todo esforço individual devemos sempre nos lembrar de onde viemos e de quem nos orientou.
Vamos continuar com perseverança nesta missão de servir ao Sensei e ao Niten, mantendo e transmitindo a tradição do Bushido (código de ética dos Samurais).
Domo arigatou gozaimashita. ¨- Uehara - (Ana Rosa/SP)

Aqui vale a pena prestar atenção as palavras que são sempre esquecidas pelos ingratos: ¨sempre nos lembrar de onde viemos e de quem nos orientou¨.
¨Os infelizes são ingratos; isso faz parte da infelicidade deles¨, escreveu Victor Hugo.
Logo, para sermos felizes, devemos ter gratidão por todos que nos orientaram...



¨O Niten foi um divisor na minha vida. Antes de iniciar no Caminho estava sem foco e por vezes desiludido com a vida.
Avancei no Caminho, mas sinto que tenho ainda uma longa jornada e a cada dia me surpreendo com o que ganho do Sensei e dos meus Senpais, mesmo nos “puxões de orelha”.
Receber agora a homenagem de Guardião da Tradição Samurai me dá a resposta para a pergunta “O que você busca no Niten”, além de renovar o meu compromisso com todos do Niten, e viver conforme o Hagakure Shi Sei Gan. Sei que não é e não será fácil, pois se fosse não seria Bushido.
Estou feliz e honrado em receber a homenagem e irei sempre me empenhar para continuar digno de ser Guardião da Tradição Samurai.

Domo arigato gozaimashita Sensei, Senpai Wenzel, todos os meus Senpais e companheiros do Niten!¨ - Delai (Unidade Espirito Santo)

¨O que você busca no Niten¨.
Não sei o que você busca. E eu tenho quase a certeza que nem você sabe.
Mas uma coisa eu posso lhe mostrar o que você vai encontrar aqui: um templo de samurais e um exercito de espartanos.
Aqui a ordem é : meditar e treinar!





Uehara em visita com Sensei ao Templo Yuseiji - Kyoto - Japão 

14-mai-2014

12º Torneio Brasileiro 10 - Iaijutsu 2



Semi-final de Iaijutsu - Coordenador Vaz - Niten Rio

13-mai-2014

Quem sobreviveria?

"O Japão passou por um período de grande turbulência por volta de 1600 DC, fase da divisão do reino. A disputa pelo poder desencadeou inúmeras batalhas.
Para sobreviver à elas era preciso disposição (ki), técnica (ken), condicionamento físico (tai), e uma pitada de sorte (un), como mencionado no livro do Sensei, o Shin Hagakure.
Sekigahara Kassen Byōbu.
Musashi Sensei participou nessa época da batalha de Sekigahara, uma das mais sangrentas da época. Mesmo pertencendo ao lado perdedor, Musashi Sensei sobreviveu.
Voltando para o período presente, durante o meu Shugyo (treinamento espiritual com o Sensei), eu (31), Senpai Meloni (23) e Senpai Cavalcante(28), treinamos com o Sensei três horas e vinte minutos de Keiko constante (combate). Foram lutas intensas utilizando diversas armas. Eu nunca havia experimentado algo do gênero.
Durante todo esse tempo o Sensei foi o único que não baixou a energia ou demonstrou sinais de cansaço. Sem dúvida nenhuma o Sensei sobreviveria às batalhas do Japão antigo.
Gambate mina-san, vamos treinar à exaustão para quem sabe também sobreviver as batalhas do dia à dia, sem precisar da pitada de sorte, é claro.¨
-Dangelo (Unidade Curitiba)

Carregando player...
Trecho do Filme - Samurai 1: Musashi Miyamoto (1955)
Battle Of Sekigahara

Dizem que dos 170.000 guerreiros que ali estiveram, 50.000 banharam, com o seu próprio sangue, as terras daquelas planícies.
De tal maneira que, numa batalha de tamanha proporção, o combate teria durado ao menos 3 horas. Mas isto em qualquer lugar. Seja na Roma, Grécia ou na China antiga, se entrava para lutar, era quase certo o destino inevitável: morrer.
Ao contrario dos dias de hoje em que as guerras e combates se resolvem em menos tempo, pois as armas e o poderio militar exterminam o seu inimigo sem um embate corpo a corpo, nos tempos antigos, o sobrevivente teria de ser realmente um ¨monstro¨...(leia o verbete Monstro, no Shin Hagakure)
3 horas e 20 minutos. Ou melhor, 200 minutos.
Dentro de uma armadura e a luta sem parar. Um atrás do outro me atacando desde as 07 da manha ate as 10:20h.
Longe de me considerar um ¨monstro¨, dou a causa de eu ter suportado este tempo ao fato de no Kenjutsu treinarmos com várias armas e várias posições em um ritmo de muita adrenalina.
Agora, me responda: posso ser um candidato? 

12-mai-2014

12º Torneio Brasileiro 9 - Kenjutsu 2



Meloni (Sumaré - SP) x Numa (Uberlândia - MG)

09-mai-2014

A Bebida Mágica

Enquanto a maioria não vê, alguns não só veem, mas sabem muito bem o que se passa a sua volta.
Estes, geralmente reflexivos e estudiosos, buscam encontrar a resposta para todo o Universo:



¨Uma rápida reflexão: se, figurativamente, pudéssemos espremer para extrair o que existe de melhor e mais produtivo em termos de aprendizado prático, evolutivo e de crescimento no Niten, o nome desta bebida mágica seria Momentos de Ouro!!

Em minha opinião, em que pese todo benefício vastamente conhecido proporcionado pelas técnicas, lutas e katas com as armas em nossos treinamentos das mais variadas modalidades, não existe “modalidade” mais efetiva para aplicação no dia-a-dia do que aquela passada no final dos treinos.

Se eu pudesse direcionar minha reflexão e externar minha opinião aos alunos que estão começando agora e ainda não absorveram a essência desses ensinamentos passados pelo Sensei, minha sugestão seria de que começassem a dar mais atenção e trouxessem um caderno para anotação!

Garanto que em pouco tempo perceberiam a ressonância positiva das palavras do Sensei em suas vidas cotidianas, transformando-as em algo sagrado...

Automaticamente, esses alunos, inevitavelmente, se depararão numa situação cuja reação será diretamente influenciada e, intuitivamente acionada, pela interferência direta daquelas palavras de sabedoria registradas em seus cadernos de anotação!!

A partir de então saberão o porquê dessa reflexão, no sentido de ser essa bebida a que verdadeiramente mata a nossa sede de evolução!

Concluindo, tais momentos no final do treino são considerados de ¨ouro¨ porque nos ensinam a manejar a verdadeira arma da vida: a luz da sabedoria!!!

Afinal, não andamos nas ruas com uma espada embainhada na cintura, andamos?

Arigato gozaimashita por esses 6 anos de Momentos de Ouro! Minha vida agradece...¨

(Marchese - Ana Rosa-SP)


Como eu já disse  anteontem (CS 07-05-14 - Paz de espírito), a Paz Espiritual não se conquista sem saber o que se passa a sua volta. Feito isto, faz se novos ajustes.
Pois bem, os ¨novos ajustes¨ dependem deste tripé:
a convivência ao lado de um verdadeiro mestre, o treinamento correto e o poder desta ¨bebida mágica¨: os Momentos de Ouro.



08-mai-2014

12° Torneio Brasileiro 8 - Kenjutsu 1


Meloni (Sumaré - SP)  x  Massao (Sumaré - SP)

07-mai-2014

Paz de espírito

Paz de espírito. Eis aqui algo todo homem, até o mais poderoso almeja ter.
"A vida não é um mar de rosas" está escrito no Shin Hagakure e este é um dos motivos de existir o Niten.
Niten: um oásis onde técnicas, costumes e modo de pensar do passado se mantiveram intactos. ¨Horizonte Perdido¨ em que os guerreiros modernos que aqui estão, procuram descobrir, junto às ferramentas para sobreviver, o seu objetivo maior: a Paz de Espírito.
Além dos treinamentos dos antigos, ajustes internos são necessários a cada um, cada qual em sua intensidade. Com dor ou sem dor, os alunos vão se transformando a cada treino e a cada correção que recebem.
Em cada estágio, em cada graduação, novos ajustes são requisitados para se obter esta maestria para atravessar mares bravos com a espada ou sem a espada. Pois além de evoluirmos tecnicamente, temos de encontrar a Paz Espiritual. E isto, meu caro, não se conquista sem novos ajustes.
Para alguns, poderá ser difícil compreender e, sendo assim, nada melhor que um exemplo como este:




¨Em meu Caminho, descobri a importância das artes marciais há mais de 20 anos. Comecei com o Karate, quando adolescente fui agredido na rua por um mendigo descontrolado, sem motivo.
Buscava aprender a ficar mais atento e aprender a defender-me. Encontrei o espírito de esforço, a disciplina, a confiança e o respeito. Ou seja, consegui muito mais do que queria. Aos poucos fui evoluindo nos treinos e concentrei-me na busca pela perfeição dos katás. Competições e as mudanças de faixa passaram a ser metas a serem vencidas, sou muito grato ao Karate por isso!

Em Maio/2012, o Caminho me deu um presente para a vida, achei o Instituto Niten. Buscando o equilíbrio, foco e a cultura japonesa de forma profunda, encontrei paz de espírito! Sim, meu coração ficou em paz como se tivesse enfim retornado à casa. Tudo o que era externo ficou de lado e passei a enxergar o meu espírito.
E ontem, ao receber meu 4º Kyu Iaijutsu, foi com muito orgulho e emoção, pois minha paz de estar definitivamente em casa, inundou minha alma. Sensação de a cada dia, ser mais um Samurai do Niten.
Graduações são importantes e antes, já foram até uma meta, mas hoje, ao encontrar a paz de espírito, elas vem até antes do que eu esperava ou que pensava merecer, pois não me concentro nelas, somente em aprender ser útil no Caminho. Meu espírito mergulha no treino, em cada movimento, cada respiração, cada passo em ser diferente, em ajudar meus companheiros a sentir a paz que sinto.

Domo Arigatogozaimashitá, Sensei, pelo Niten, pelos Senpais e todos os ensinamentos. Estar na família dos Samurais do Niten é uma honra.
Poder aprender a praticar os votos, as virtudes, a conviver e servir, faz-me sentir sempre avante.
Conte sempre comigo, Sensei, para espalhar esta paz que encontrei no Niten.¨
- Leite (Unidade Vila Mariana/templo NIkkyoji) 




Paz espiritual depois do Inferno (Encontro de Coordenadores 2014 - em Tijucas, Santa Catarina após o treino a 43 graus).

06-mai-2014

Hidensho 46 - Ver para Crer

Um aluno me deixou esta mensagem ao retornar a Curitiba ontem.
Ficou uma semana em Shugyo (treinamento espiritual) e teve os seu braços inflamados e a cabeça escoriada, fatos comuns para quem almeja o treinamento no inferno.
O Hidensho, manuscrito em que escrevo minhas descobertas em como ser imbatível contém centenas de verbetes que serão muito úteis (senão infalíveis) nas mãos daquele que o possuir.
É Ver para Crer:



¨Durante o meu primeiro Shugyo tive a oportunidade de lutar pela primeira vez com o Sensei. Pude comprovar na pele tudo aquilo que é falado nos relatos sobre as lutas com o Sensei.

Eu sempre ficava pensando: "Ah não, dez golpes consecutivos em mim não. É muito" Quanta ingenuidade e ignorância. O Sensei armou, Nito Jodan e mais de dez golpes acertaram o mesmo alvo seguidamente.

Até agora eu não entendi como isso aconteceu, mas agora eu sei onde eu quero chegar.

Domo arigato Sensei por me mostrar que tenho um longo caminho para percorrer, e o mais importante é que agora eu sei que ele existe. ¨
- Dangelo (unidade Curitiba)


 
 A Incredibilidade de Sao Tomé  - Caravaggio (1601-1602)

29-abr-2014

Guardião e Chanceler da Tradição Samurai

Passados os 20 anos e entrando nesta nova era, resolvi, com o apoio de toda a comunidade Niten, demonstrar a nossa gratidão a todos aqueles que tem guardado as portas e cuidado do nosso "templo" dos samurais.
Sendo assim, com o respaldo do Instituto Cultural Niten e da Confederação Brasileira de Kobudô, serão eleitos alunos e simpatizantes, anualmente, na passagem do Dia do Samurai (24 de abril), para receber a Homenagem "Guardião da Tradição Samurai" em cada uma das cidades onde estão fincadas a nossa bandeira.
Aos nossos queridos simpatizantes, a quem devemos tanto pelo nosso sucesso, agraciaremos com o "Dignitário da Tradição Samurai".
Neste sábado, realizamos o Ato Solene da entrega da Homenagens em São Paulo nas dependências da Unidade Vila Mariana/Templo Nikkyoji.
Por ser este, o primeiro de todos os anos que se seguirão, foi homenageado o nosso grande apoiador do Niten, Dr. William Woo, autor da Lei que instituiu o Dia do Samurai, com a homenagem "Chanceler da Tradição Samurai".
E, para fechar com chave de ouro, recebeu a Homenagem "Guardião da Tradição Samurai", Daniel Uehara, um aluno que nunca mediu esforços em prol da comunidade Niten. Nem que tivesse de deixar a sua "cara a tapa".





Daniel Uehara - Guardião da Tradição Samurai em São Paulo 



Doutor William Woo - Chanceler da Tradição Samurai em São Paulo 



Doutor Professor Augusto Barreto (no microfone), Presidente do Templo Nikkyoji Massae Sato, Sensei Jorge Kishikawa e Doutor William Woo, um dos homenageados do dia.







Guardião da Tradição Samurai, Banzai!


25-abr-2014

Dia do Samurai em Campinas

Matéria publicada no Jornal Metro de Campinas:

 



Matéria publicada no site da Câmara Municipal de Campinas



Link para a Matéria no site da Câmara




Sensei recebendo o Diploma de Mérito Esportivo



Sensei entrega a Homenagem de Dignitário Guardião da Tradição Samurai ao Vereador Carmo Luiz



Alunos do Niten que foram prestigiar o evento na Câmara




topo

(+55 11) 5539-3587 seg-sex 9h-18h
(+55 11) 99734-6497 seg-dom 9h-22h